Cuidado Amor

.....toma cuidado amor, com o tom do alheio. Eles querem te pegar, te destruir, e depois de não restar mais nada de você, amor, eles varrem o pó pra debaixo do tapete.

.....toma cuidado amor, com as malignas línguas. Elas não entendem a tua incorrigível mania de querer ser você mesmo. Finja, amor. Finja!

.....toma cuidado amor, com a tribo dos meninos que são ”amigos demais”. Eles vão te atrair, eles vão te trair. Não acredita amor, eles são canibais.... querem te comer, devorar teu ego, devorar teu “eu” e jogar fora o que restar.

.....e se nada disso te valer amor, e você vir a sofrer, saiba que estou te esperando, com uma xícara de café, um bolero qualquer e uma rede.

Larissa Reis Costa