PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
Dragão do Mar recebe de 11 a 16 de outubro a 17º edição do NOIA 'Festival do Audiovisual Universitário'
Evento é um dos principais encontros da produção artística universitária brasileira. Acesso Gratuito
08/10/18 às 14h55

O Ministério da Cultura e Enel apresentam a 17º edição do NOIA - Festival do Audiovisual Universitário, um dos principais encontros da produção artística universitária brasileira, que acontece gratuitamente de 11 a 16 de outubro de 2018 no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema, em Fortaleza (CE). Esse ano, o festival adere ao movimento mundial #MeToo, que ganhou visibilidade em 2017 com as denúncias de assédio em Hollywood, reforçando o compromisso com as lutas sociais.

 

Durante seis dias, o NOIA reunirá uma extensa programação que ocupará os espaços do entorno do Dragão do Mar, como o Cinema do Dragão, a Multigaleria, a Arena e o Porto Dragão. "O NOIA volta a ser realizado no Dragão com o objetivo de aproximar, cada vez mais, as linguagens artísticas que compõem a nossa programação. O público poderá apreciar a exposição de fotografias antes das sessões de cinema e, em seguida, curtir os shows das bandas locais, circulando pelos diferentes ambientes do Dragão", afirma Paulo Benevides, diretor do NOIA.

 

HOMENAGENS

 

Na quinta-feira (11), às 19h30, a solenidade de abertura contará com a homenagem ao cineasta cearense Leonardo Mouramateus, que receberá o Troféu NOIA por sua contribuição ao audiovisual brasileiro. Mouramateus foi um participante ativo de edições anteriores do NOIA e retorna ao evento para apresentar o seu primeiro longa-metragem, o ainda inédito "Antonio Um Dois Três", realizado em Portugal.

 

Já no encerramento, na terça-feira (16), antes do anúncio dos vencedores do ano, será entregue o Troféu NOIA para a escola Porto Iracema das Artes, que tem se destacado no processo de formação artística no Ceará. Na ocasião, também serão exibidos três curtas-metragens produzidos pelos alunos do Porto: "Abissal" (2016), de Arthur Leite; "Grilhões" (2018), de Lucas Inocêncio, e "Capitais" (2018), de Kamilla Medeiros e Arthur Gadelha.

 

MOSTRAS COMPETITIVAS

 

A comissão de curadoria das Mostras Brasileira e Cearense de Cinema Universitário foi composta pela pesquisadora e realizadora Ana Paula Vieira, pelo professor de Audiovisual Alan Goes e pelo curador e crítico de cinema Pedro Azevedo. Foram selecionados 21 curtas-metragens de 11 estados brasileiros para a mostra nacional, que será exibida de 12 a 14 de outubro, sempre às 19h, e outras 10 obras para a mostra local, com exibição no dia 15 de outubro, às 18h.

 

O júri oficial da Mostra Brasileira de Cinema Universitário será composto por Cida de Sousa, professora do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC); Maurício Ferreira, realizador audiovisual e curador, e Henrique Codato, professor do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade de Fortaleza (Unifor). Os jurados concederão o Troféu NOIA nas seguintes categorias: melhor curta-metragem, direção, roteiro, montagem, som, música, fotografia, direção de arte, figurino, maquiagem, atriz, ator e elenco. Os filmes também concorrem ao voto popular.

 

Os curtas-metragens da Mostra Brasileira de Cinema Universitário também concorrerão ao prêmio da crítica, concedido em parceria com a Associação Cearense de Críticos de Cinema (Aceccine). Compõem o júri os críticos Arthur Gadelha, Daniel Araújo e Daniel Herculano. A novidade desse ano fica por conta da criação do júri da TV, que será composto por profissionais que atuam com programação televisiva: Krishna Mahon, do canal Imprensa Mahon; Carla Domingues, do Canal Brasil, e Francisco Marinho, do Grupo O POVO.

 

O melhor curta-metragem da Mostra Cearense de Cinema Universitário será escolhido pelo voto popular. A produtora cearense Filmerama Produções também vai premiar o melhor roteiro cearense com até R$ 5 mil em serviços de finalização do filme em composição e colorimetria, efeitos e correção de luz e créditos. A obra premiada será escolhida pela equipe da Filmerama, composta por Daniel Aragão (diretor e roteirista), Renata Freire (produtora), Lucas Carvalho (animador e roteirista) e Wally Menezes (ator e roteirista).

 

De 12 a 14 de outubro, sempre às 21h, a competição da Mostra Cearense de Bandas Universitárias terá shows de nove grupos locais, selecionados pela cantora e preparadora vocal Maria Juliana Linhares e pelo produtor musical George Frizzo. Os vencedores serão escolhidos por voto popular e pelo júri oficial, que será composto por Lu Basile, professora do curso de Música da Universidade Estadual do Ceará (UECE), pelo produtor Rafael Neutral e pela cantora Nayra Costa. O Troféu NOIA será concedido nas categorias: melhor banda (júri oficial e júri popular) e melhor música autoral (júri oficial).

 

Já a seleção da Mostra Cearense de Fotografia Universitária foi realizada pelo publicitário e fotógrafo Igor Grazianno e pelo professor e fotógrafo Carlos Gibaja. As fotografias estão divididas em duas categorias: individual, com sete trabalhos, e série, com três trabalhos que somam 24 fotos. O júri avaliará as obras selecionadas e concederá o Troféu NOIA, durante cerimônia de encerramento, na categoria de Melhor Fotografia e Melhor Série. A exposição ficará aberta durante os seis dias de festival, sempre das 14h às 22h.

 

MOSTRAS PARALELAS

 

Sempre trazendo novidades para a programação, o NOIA realizará duas mostras especiais, também no Cinema do Dragão. A Mostra NOIA Kids reunirá, no dia 12 de outubro, às 15h, crianças e adolescentes para assistirem a um programa de 13 curtas de animação locais, cedidos pelo Fórum Cearense de Animação (FOCA). A Mostra contará com tradutores de libras, legendagem e audiodescrição.

 

A Mostra Internacional: Festival Equinoxio será realizada no dia 15 de outubro, às 15h, em parceria com o Festival Universitario de Cine y Audiovisuales Equinoxio, uma janela de exibição do audiovisual universitário produzido na Colômbia e no mundo. O evento nasceu em 1994 como iniciativa de um grupo de alunos da Escola de Cinema e Televisão da Universidade Nacional da Colômbia, ansiosos para mostrar seus trabalhos e cientes da falta de espaços de exibição para o curta-metragem universitário, assim como aconteceu com o NOIA, que foi criado em 2002, no curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará, pelos mesmos motivos.

 

SEMINÁRIO E FÓRUM DO AUDIOVISUAL

 

O NOIA também garante a discussão sobre o audiovisual universitário, com acesso livre ao público geral. Esse ano, o Seminário do Audiovisual Universitário propõe um diálogo sobre o acesso das produções universitárias aos canais de TV, com uma mesa composta pelos profissionais Carla Domingues (Canal Brasil/RJ), Krishna Mahon (Imprensa Mahon/SP), Marcos Tardin (TV O POVO/CE) e José Gledson (TV Ceará/CE), com mediação de Doug de Paula (Câmara Setorial do Audiovisual/CE). O encontro acontece no dia 13 de outubro, às 15h, no Auditório do Dragão do Mar.

 

Outro momento de debate é o Fórum do Audiovisual Universitário, que reunirá estudantes universitários locais e nacionais em torno do fortalecimento de uma agenda sobre formação, produção e difusão do audiovisual universitário, tanto nos ambientes acadêmicos como fora deles. O Fórum será conduzido por Maurício Ferreira (PR), diretor Artístico do 3 Margens: Festival Latino-Americano de Cinema. O Fórum acontece no dia 14 de outubro, às 15h, também no Auditório do Dragão do Mar.

 

OFICINAS DE FORMAÇÃO

 

Além das exibições artísticas, o NOIA mantém a tradição de realizar oficinas de formação em diversas áreas do audiovisual. Esse ano, serão quatro cursos: Produção Executiva de Shows, com o produtor Rafael Bandeira; Trilha Sonora para Filmes, com o produtor musical Helder Melo; Fotografia para Eventos, com o fotógrafo Luiz Alves, e Documentário em Primeira Pessoa, com a roteirista e pesquisadora Patrícia Dourado. As aulas acontecerão entre os dias 11 e 13 de outubro, no Porto Dragão.

 

A programação também contará com instalações interativas e video mappings de Vitor Grilo e Valentino Kmentt, além de uma área de games na Multigaleria com estandes de faculdades parceiras. Entre os dias 12 e 14 de outubro, as noites serão embaladas por DJs, sempre das 19h às 21h. O público também poderá adquirir produtos oficiais do NOIA em um estande especial.

 

O 17º NOIA é apresentado pelo Ministério da Cultura e Enel, com realização da PROPONO Consultoria Executiva, apoio institucional do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria da Cultura (Secult/CE) via Mecenas Estadual (Lei Nº 13.811/2006). O patrocínio é da Secretaria do Audiovisual (SAv) do Ministério da Cultural (MinC) via Fundo Nacional de Cultura e Lei Rouanet, da Agência Nacional de Cinema (Ancine), do Fundo Setorial do Audiovisual e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE. A promoção é da Rádio Beach Park, com apoio cultural da Enel (Companhia Energética do Ceará - Coelce), Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Porto Iracema das Artes, Porto Dragão, 1Bando, VAAC, Balta Som & Luz, Nerd Retrô, Karthaz Cultura, Grupo Manga, Imprensa Mahon, Canal Curta, Canal Brasil, TV O Povo, TV Ceará, Fórum Cearense de Animação e Festival Universitário Equinoxio (Universidade Nacional da Colômbia).

 

Serviço:

17º NOIA - Festival do Audiovisual Universitário

no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (R. Dragão do Mar, 81 - Praia de Iracema, Fortaleza - CE)

Data: 11 a 16 de outubro de 2018

Horário e Classificação indicativa: Consultar programação (http://www.festivalnoia.com.br/2018/site/programacao-2018.html)

Entrada gratuita (sujeita à lotação do cinema). Retirar ingresso na bilheteria antes de cada sessão.

Informações: (85) 3039.0059

Site: www.festivalnoia.com.br

 

 

 

 

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
PARCEIROS