PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Atos de LiberdadeKaye Djamiliá

Foto Divulgação

Foto DivulgaçãoKaye Djamiliá é artista e graduanda em Teatro-Licenciatura pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Foi bolsista da SECULT- Arte/UFC (2017) e do programa de Residência Pedagógica (2018.2-2019.2), onde atuou como professora de Artes e ministrou uma turma eletiva de Teatro e Circo. Começou a pesquisar a linguagem circense logo após ingressar no curso Co-laboratório em artes circenses (Colab), e hoje integra o coletivo Desvie que pesquisa e cria dentro das modalidades aéreas. Participou de espetáculos como Vagabundos (Andreia Pires) e Roga-se às Famílias Trazerem as Cadeiras (Tharyn Stazak) e de curta-metragens como Preces Precipitadas de Um Lugar Sagrado Que Não Existe mais (Rafael Luan) e Não Vai Te Atrapalhar (Júlia Rabay).

 

Desenvolveu três trabalhos enquanto diretora, Água de poço (2018), Não Entre Tranquilo na Noite Serena (2019) e Línguas e Dentes Servirão Goelas (em processo). Recentemente dirigiu, produziu e atuou no curta-metragem "_Clique aqui para um show privado_" fomentando com recursos da Lei 14.017/2020 - Lei Aldir Blanc - por meio da Secultfor. No mesmo edital foi contemplada também com o coletivo Desvie, no qual realizaram seu primeiro experimento audiovisual circense "Carne sólida: Levantes para sustentar o peso do céu".

 

Recentemente iniciou seu primeiro projeto musical em parceria com o artista Briar "MRKTU", pré-disponível no Spotify. Fez a trilha sonora da apresentação "Janeiro em ruína". Concebeu e operou a luz do show "Briar ñ tem nome". Em 2019 participou da Residência Gravity e Levity com Lindsey Butcher, que culminou em um espetáculo apresentado na XII Bienal Internacional de Dança do Ceará. Participou também de um Laboratório de criação com os artistas Sergi Parés e Breno Caetano, que colaboraram no seu atual trabalho com a corda acrobática.

 

A máquina do juízo final 

Inversão dos trópicos e da rotação. Aliar-se ao plano orbital para inverter o futuro. Mover com a força das resistências o giro contrário, em busca de um novo tratado geográfico.

Confira:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Centro Dragão do Mar (@dragaodomar)

PARCEIROS