Exposições

 


"Coleção Itaú Cultural de Fotografia Brasileira"

 

 

De 26 de março a 11 de maio, o Museu de Arte Contemporânea do Ceará – Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura recebe a mostra Coleção Itaú Cultural de Fotografia Brasileira. Com curadoria de Eder Chiodetto e produção do Itaú Cultural, o conjunto apresenta 56 obras do final da década de 1940 até hoje, estabelecendo um espelhamento lúdico entre trabalhos modernistas e contemporâneos com foco na representação fotográfica experimental. As imagens fazem parte do acervo do Banco Itaú.

 

A exposição iniciou sua itinerância em 2012 por Paris e Rio de Janeiro, passando em 2013 por São Paulo, Belo Horizonte e Belém e chega ao Ceará com duas obras inéditas e de grande representação para o acervo. Uma delas é a Obra 5, de Mauro Restiffe, exibida na mesma sala que Visão Arquitetônica, do cearense Francisco Albuquerque, que fez parte do movimento fotoclubista do final da década de 30 no Brasil. Os trabalhos desses dois fotógrafos atendem à composição de obras de artistas que representam um instigante contraponto entre vanguardistas e contemporâneos. No mesmo espaço e com a mesma intenção, estão fotos de German Lorca e Paulo Pires, expostos ao lado de nomes atuais como, Caio Reisewitz, Claudia Jaguaribe, Rubens Mano, Marcia Xavier e Marcos Chaves.

 

Outra grande novidade que chega ao MAC do Ceará, o tríptico Primários (1992), de Rosângela Rennó, foi recém-adquirido pelo acervo do Banco Itaú e é exibido pela primeira vez ao público. "Esta obra pertence à seleção da primeira sala expositiva, cujo ponto comum entre os autores é a investigação dos limites da representação pela fotografia, resultando em imagens metalinguísticas e de grande impacto visual", explica o curador. Neste espaço, Geraldo de Barros é o ícone fundamental e justifica toda a nova geração de artistas presentes nesta seleção, Vik Muniz, Albano Afonso, Dora Longo Bahia e a própria Rosângela Rennó.

 

Segundo conta Chiodetto, a exposição se estende por quatro salas expositivas nas quais a ressonância da fotografia modernista na produção contemporânea é destacada de três formas: a relação com a paisagem urbana; o universo da subjetividade; e questionamentos acerca da representação resultando em trabalhos que ampliam as estratégias formais da fotografia. Confira mais informações no site do Itaú Cultural.

 

 

Em cartaz até 11 de maio de 2014. Visitação de terça a sexta, das 9h às 19h (acesso até as 18h30) ; e aos sábados, domingos e feriados das 14h às 21h (acesso até as 20h30). Gratuito.

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Educativo MAC

 

Oficinas Educativas
Todos os sábados do mês de abril o Educativo do Mac- CE oferece oficinas que discutem temas presentes na Exposição Coleção Itaú de Fotografia Brasileira. A programação semanal detalhada será divulgada nas redes sociais do Dragão do Mar.

 

Visitas Educativas
Ação Educativa MAC realiza mediações a partir dos conteúdos das exposições para público espontâneo e agendado. A equipe é formada por Arte Educadores- Universitários multidisciplinares – que desenvolvem ações de mediação com Escolas, Projetos, Universidades, ONGs e demais instituições interessadas em visitar o Museu e conhecer mais sobre arte contemporânea.

 

Visitas mediadas para grupos agendados: os educadores propõem para cada grupo, atividades e informações sobre a produção em arte contemporânea e o diálogo entre as obras da mostra.

 

Visitas de orientação para público espontâneo: Todos os fins de semana, às 17h, acontecem ações de mediação com os educadores, tendo como ponto de partida a recepção.

 

Informações
Educativomac@dragaodomar.org.br
85 3488 8622

 

 

 

 

 

 

Biblioteca de Artes Visuais Leonilson

 

Instalação Waléria Américo

Espaço especializado em artes visuais com cerca de dois mil livros nas áreas de Fotografia, Design, Museologia, História da Arte, Arquitetura e Urbanismo, Moda e Arte Contemporânea.

Serviço gratuito, de terça à sexta, das 9h às 18h.




Estrutura

O MAC conta com trezes salas climatizadas e equipadas com câmeras de segurança. Todos as salas são equipadas com termostato para controle de temperatura e umidade relativa do ar. Tudo dentro dos padrões internacionais exigidos pela nova museologia. O sistema de iluminação - projetado pelo designer Peter Gasper, foi elaborado com equipamentos e padrões técnicos atualizados segundo normas luminotécnicas .

Algumas exposições do MAC também podem ser visualizadas na parte de fora do museu, como viabiliza o projeto Painel Giratório, que convida artistas para delinear peças na rampa giratória do Centro Dragão do Mar.

 

MAC Educativo

No setor educativo do MAC são desenvolvidas estratégias de comunicação entre museu, público e arte contemporânea. O setor orienta, através de monitores, a visita do público às salas, estimula a interpretação e auxilia na formação de um novo olhar sobre a arte. Grupos de escolas públicas e privadas também recebem instruções sobre as obras expostas. Os monitores, estudantes de Arte, Filosofia, Ciências Sociais e Letras, convidam o espectador a desafiar o seu próprio olhar.

O agendamento dos museus do CDMAC pode ser feito de segunda a sexta, das 13h às 18h, pelo telefone 3488.8604.

 

 

Acervo

O MAC intensificou sua campanha de ampliação do acervo, coletando doações e adquirindo peças significativas. Atualmente, conta com mais de mil obras em seu acervo, permitindo, além de pesquisas, a realização de exposições temáticas. As peças são de autoria de artistas plásticos brasileiros e estrangeiros. Também estão sob a guarda do MAC peças da Pinacoteca do Estado e do acervo do pintor Antônio Bandeira.

Profissionais especializados realizam todo um trabalho de acondicionamento, manutenção preventiva e curativa, embalagem e desembalagem de obras em trânsito e documentação de cada peça. Isto confere ao MAC grande importância nacional.

 

Informações técnicas e acessos:

 Área total de 700m²
 Treze salões são equipados com sistemas de iluminação, som e segurança.
 Climatização - 13 máquinas Split de 7,5 TR sendo 10 com controle de umidade regulada na faixa de 45% a 60% de UR (Unidade relativa do ar) e mais uma máquina Split de 5 TR.
 Reserva Técnica - 350m² de área total. É equipada com 04 máquinas SELF de 7,5 TR com controle de umidade para a faixa de 45% a 60% UR (umidade relativa do ar).
 O acesso ao MAC pode ser feito pela entrada principal do Dragão do Mar (Avenida Castelo Branco), pela passarela vermelha ou pelo elevador panorâmico.

 

Informações: 85.3488.8622 / 8624.

 

Catalogação e Conservação de Acervo do MAC patrocinada pelo Petrobras Cultural.

CENTRO DRAGÃO DO MAR DE ARTE E CULTURA

Rua Dragão do Mar 81, Praia de Iracema - CEP: 60060-390 - Fortaleza/CE - CNPJ: 02.455.125/0001-31
Informações gerais: 55 (85) 3488 8600 / 55 (85) 3488 8608