O Museu de Arte Contemporânea do Ceará recebe obras de grandes artistas locais, nacionais e internacionais.

 

 

Exposição A Conversa Infinita [Criadores em Cena]

 

 

A exposição “A Conversa Infinita” é um trabalho colaborativo, proposto pelo professor e pesquisador de poéticas tecnológicas Alexandre Veras a artistas de diferentes linguagens nesta primeira edição do projeto Criadores em Cena, da Escola Porto Iracema das Artes, em Fortaleza. A mostra envolve sete instalações visuais, sonoras e interativas em ambientes imersivos, e fica em cartaz de 04 de setembro a 04 de outubro. Aberta ao público e gratuita.

 

De acordo com Alexandre Veras, a exposiçãosurge a partir de um diálogo com a obra homônima de Maurice Blanchot. No livro, o autor aborda o cansaço como experiência-limite que rearticula toda a ideia de experiência. “Como o cansaço pode montar armadilhas, reconfigurando nosso modus operandi”, numa sociedade hiper-acelerada, monitorada e controlada, marcada pela depressão e pelo estresse?

 

O trabalho é uma zona de confluência entre as várias trajetórias do artista-realizador, atravessadas pela mais intensa delas: a formação. A partir dessa experiência de criação colaborativa, foram constituídos métodos de formação ligados ao fazer prático e teórico, onde a transversalidade é peça chave de aprendizado em um processo de invenção ético-estético.   

 

A pesquisa, produção e montagem da exposição são realizadas com a colaboração de artistas e pesquisadores em diferentes linguagens, como mapping; construção de paisagens sonoras e espacialização de áudio; desenho de interfaces e sistemas interativos; criação de ambientes imersivos; cenotécnica para instalações; produção de vídeo; acompanhamento crítico de processos e curadoria e estratégias de mediação e educativo, entre outras.  

 

A ideia é contribuir para o desenvolvimento de estações de arte e tecnologia em Fortaleza, estimulando a criação e o trabalho de equipes transversais, entre programadores, designers, técnicos em eletrônica e pesquisadores com acesso a equipamentos e infraestrutura necessária para realizar suas experimentações. 

 

Com início em maio, o projeto se estende até setembro, com a abertura da exposição. Como um desdobramento do trabalho, são propostas uma série de ações paralelas ligadas a estratégias de mediação e do trabalho educativo. Nesse sentido, integram o projeto uma cartografia do processo e a realização de um seminário e de rodas de conversa.

 

 

Abertura dia 4 de setembro, às 19h. Em cartaz até dia 4 de outubro. O agendamento dos museus do CDMAC pode ser feito de segunda a sexta, das 9h às 17h. Visitação aberta ao público, de terça a sexta, das 9h às 19h; e aos sábados, domingos e feriados das 14h às 21h. Gratuito.

 

 

 

 

 

 

 

Educativo MAC

 

Visitas Educativas
Ação Educativa MAC realiza mediações a partir dos conteúdos das exposições para público espontâneo e agendado. A equipe é formada por Arte Educadores - universitários multidisciplinares – que desenvolvem ações de mediação com Escolas, Projetos, Universidades, ONGs e demais insti tuições interessadas em visitar o Museu e conhecer mais sobre arte contemporânea.

 

Visitas mediadas para grupos agendados: os educadores propõem para cada grupo, atividades e informações sobre a produção em arte contemporânea e o diálogo entre as obras da mostra.

 

Visitas de orientação para público espontâneo: Todos os fins de semana, às 17h, acontecem ações de mediação com os educadores, tendo como ponto de partida a recepção.

 

Informações
Educativomac@dragaodomar.org.br
85 3488 8622

 

 

 

O agendamento dos museus do CDMAC pode ser feito de segunda a sexta, das 9h às 17h.

Contato: (85) 3488.8621
E-mail: agendamentomuseus@gmail.com

 

 

 

Biblioteca de Artes Visuais Leonilson

 

Instalação Waléria Américo

Espaço especializado em artes visuais com cerca de dois mil livros nas áreas de Fotografia, Design, Museologia, História da Arte, Arquitetura e Urbanismo, Moda e Arte Contemporânea.

Serviço gratuito, de terça à sexta, das 9h às 18h.




Estrutura

O MAC conta com trezes salas climatizadas e equipadas com câmeras de segurança. Todos as salas são equipadas com termostato para controle de temperatura e umidade relativa do ar. Tudo dentro dos padrões internacionais exigidos pela nova museologia. O sistema de iluminação - projetado pelo designer Peter Gasper, foi elaborado com equipamentos e padrões técnicos atualizados segundo normas luminotécnicas .

Algumas exposições do MAC também podem ser visualizadas na parte de fora do museu, como viabiliza o projeto Painel Giratório, que convida artistas para delinear peças na rampa giratória do Centro Dragão do Mar.

 

MAC Educativo

No setor educativo do MAC são desenvolvidas estratégias de comunicação entre museu, público e arte contemporânea. O setor orienta, através de monitores, a visita do público às salas, estimula a interpretação e auxilia na formação de um novo olhar sobre a arte. Grupos de escolas públicas e privadas também recebem instruções sobre as obras expostas. Os monitores, estudantes de Arte, Filosofia, Ciências Sociais e Letras, convidam o espectador a desafiar o seu próprio olhar.

O agendamento dos museus do CDMAC pode ser feito de segunda a sexta, das 13h às 18h, pelo telefone 3488.8604.

 

 

Acervo

O MAC intensificou sua campanha de ampliação do acervo, coletando doações e adquirindo peças significativas. Atualmente, conta com mais de mil obras em seu acervo, permitindo, além de pesquisas, a realização de exposições temáticas. As peças são de autoria de artistas plásticos brasileiros e estrangeiros. Também estão sob a guarda do MAC peças da Pinacoteca do Estado e do acervo do pintor Antônio Bandeira.

Profissionais especializados realizam todo um trabalho de acondicionamento, manutenção preventiva e curativa, embalagem e desembalagem de obras em trânsito e documentação de cada peça. Isto confere ao MAC grande importância nacional.

 

Informações técnicas e acessos:

 Área total de 700m²
 Treze salões são equipados com sistemas de iluminação, som e segurança.
 Climatização - 13 máquinas Split de 7,5 TR sendo 10 com controle de umidade regulada na faixa de 45% a 60% de UR (Unidade relativa do ar) e mais uma máquina Split de 5 TR.
 Reserva Técnica - 350m² de área total. É equipada com 04 máquinas SELF de 7,5 TR com controle de umidade para a faixa de 45% a 60% UR (umidade relativa do ar).
 O acesso ao MAC pode ser feito pela entrada principal do Dragão do Mar (Avenida Castelo Branco), pela passarela vermelha ou pelo elevador panorâmico.

 

Informações: 85.3488.8622 / 8624.

 

Catalogação e Conservação de Acervo do MAC patrocinada pelo Petrobras Cultural.

CENTRO DRAGÃO DO MAR DE ARTE E CULTURA

Rua Dragão do Mar 81, Praia de Iracema - CEP: 60060-390 - Fortaleza/CE - CNPJ: 02.455.125/0001-31
Informações gerais: 55 (85) 3488 8600 / 55 (85) 3488 8608