PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
30 lançamentos musicais de 2020 para ouvir no Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ e no ano inteiro
#NaRedeComDragão apresenta um panorama da produção fonográfica LGBTQIA+
28/06/20 às 16h41

O Centro Dragão do Mar tem orgulho de ser reconhecido como um espaço democrático e múltiplo. Frequentemente apontado como um point da diversidade em Fortaleza, muitos relatam se sentirem livres para serem o que são no Dragão. É com tristeza que constatamos que não é o caso em todo lugar. 28 de junho se tornou o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ após mais uma de uma série de invasões violentas da polícia, em 1969, ao bar Stonewall Inn, em Nova Iorque. O episódio, marcado por repressão, é também um simbolo de resistência: liderada por Marsha P. Johnson - ativista trans, negra e drag queen -, a corajosa resposta dada ao abuso policial naquela noite passou a ser considerada o marco zero da luta pelos direitos civis da população LGBTQIA+ em todo o mundo. 

 

Para honrar e celebrar essa luta histórica, levada em frente por tantas e tantos, também regionalmente, montamos uma playlist com 30 lançamentos musicais de 2020 para você escutar hoje e todos os dias do ano. A seleção de músicas, que passa pelo trabalho de artistas locais, nacionais e internacionais, traz um recorte da produção fonográfica LGBTQIA+ com lançamentos no primeiro semestre de 2020. Entre as produções cearenses, são destaque algumas estreias como "Baculejo", a segunda das três faixas do "Mergulho", EP de estreia de Mumu em parceria com o produtor Tristezanao; "Telepata", primeiro single no Spotify da Glamourings, banda liderada por Melindra Lindra e Tina Reinstrings; e "Ressaca", canção que também marca o primeiro lançamento da drag cearense Mulher Barbada nas plataformas de streaming. 

 

Mas, nem tudo é totalmente inédito: a playlist garante uma viagem aos anos 70 com alguns covers. São os casos de "Postal de amor", regravação de Daniel Peixoto e Felipe Catto do dueto de 1975 entre Fagner e Ney Matogrosso; de "Sangue Latino", interpretação de Mahmundi do clássico de 73 do grupo Secos & Molhados; e de "Gente Aberta", de Roberto e Erasmo Carlos (1971), reimaginada em 2020 na voz de cinco cantoras contemporâneas, Lineker, Luedji Luna, Letrux, Maria Gadú e Xênia França

 

Produções de outras artistas brasileiras, como Potyguara Bardo, MC Dricka e Jup do Bairro, assim como de fora do país, como a venezuelana Arca e o americano Perfume Genius, completam o panorama musical.

 

Confira a playlist organizada por Pedro Savir:

 

PARCEIROS