Atenção:  É obrigatória a apresentação de documento que comprove o parentesco do responsável com a criança menor de 10 (dez) anos de idade no ato de compra do ingresso de qualquer evento/espetáculo do Centro Dragão do Mar. Esta é uma determinação da Justiça do Estado.

 

 

 

 

 

LITERATURA

 

 

 

 

 

LANÇAMENTO DE LIVRO

 

Livro "Retratos de abismo e outros voos"
Organizado por Renato Pessoa e Diego Nogueira Silvério
A publicação é uma antologia com dez poetas cearenses contemporâneos. O livro é organizado por Renato Pessoa e Diego Nogueira Silvério e traz poetas cujo trabalho já dispõe de significativa crítica nos meios culturais dentro e fora do Estado, como, por exemplo, Renato Pessoa, Wender Montenegro e Ylo Barroso. E, também, poetas estreantes, como Diego Nogueira Silvério, Elton Danana, Bruno Mota Pinheiro, Larissa Alhadef, Larissa Freitas, Italo Oliveira e Cícero Almeida. RETRATOS DE ABISMO E OUTROS VOOS é, sobretudo, um livro que apresenta uma parte da poesia cearense contemporânea.

 

Confira a apresentação do livro: "E aqui estamos nós. Dez poetas. Dez voos cortantes sobre os abismos da palavra, do signo e do destino. Dez insurgentes do idioma de si mesmos e do mundo. Dez imersões sobre a condição dos homens: a precariedade, o amor, a fé, a morte, o social, a solidão e a esperança. Dez jovens poetas e seus mergulhos nas fraturas do existir. Dez poetas e um livro onde a poesia é o chamado urgente à vida. Aqui, nós, dez poetas hoje. Porque a poesia está viva. E lateja, bela e insurgente, na epiderme do mundo".
Dia 2, às 18h, no Auditório. Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

Recital e Feira Cordel com a Corda Toda
Tão característica da cultura nordestina, a literatura de cordel tem vez e lugar no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Todo mês, tem Recital e Feira Cordel com a Corda Toda, realizado em parceria com a AESTROFE – Associação de Escritores, Trovadores e Folheteiros do Estado do Ceará, instituição que congrega boa parte dos poetas populares do nosso estado. A Feira ocorre sempre paralelamente ao recital com os principais expoentes da Literatura de Cordel na atualidade, das 17h às 21h. Os artistas declamarão versos autorais e de vários outros poetas populares.

Dia 18, às 17h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FUXICO NO DRAGÃO

 

 

Domingo é dia de Fuxico no Dragão. Mais de vinte jovens expositores reúnem variadas peças de design, moda, artigos terapêuticos e comidinhas especiais, colorindo e divertindo seu fim de tarde. Para embalar a feirinha, artistas da terra chegam junto com suas canções. Dia 19 de outubro, apresentam-se o DJ Cé da Silva e o músico Ivan Timbó.

 

 

DJ Cé da Silva // Cé da Silva é um dos integrantes do Projeto Fertinha, que há quase três anos anima as noites da Praia de Iracema. O carro chefe do seu repertório são as batidas indie latino americanas e as misturas rítmicas oriundas do norte do país. O discotecário também não dispensa do seu set o indie clássico e a novíssima geração da música brasileira.

 

 

 

Foto: Constance Pinheiro

 

Ivan Timbó // O compositor e multinstrumentista apresenta o SEPASSANDOrec Sound System, um homestudio criado e gerenciado por ele e que, desde 2009, vem desenvolvendo produções em colaboração com inúmeros artistas em Fortaleza. SEPASSANDOrec Sound System é um live de e-Music que passeia por diversos estilos e formações musicais. Comandado por Ivan Timbó, o Sound System sai do estúdio para tocar ao vivo as produções que são feitas em estúdio. O artista faz uso de diversos aparelhos eletrônicos, analógicos e digitais, reproduzindo e editando ao vivo tracks que foram compostas no estúdio ou gravando e processando músicas e bases criadas ao vivo.

 

Dia 19, das 16h às 20h, na Arena Dragão do Mar Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No dia 12 de outubro, Dia das Crianças, a Ação Cultural do Dragão do Mar preparou um dia inteirinho de atividades: oficinas de pipas e brinquedos recicláveis, passeio aos museus, show de música e mágica, teatro, brincadeiras, palhaço, dança, planetário e muito mais. É atração que se estende das 9h até às 20h, na Arena Dragão do Mar e Praça Verde. Toda esta programação do Dragão das Crianças é gratuita ou a preços acessíveis, que custam, no máximo, R$ 4 (a inteira). Confira as atrações e traga a meninada para brincar, se divertir e se encantar no Dragão do Mar!

 

Brincando e Pintando no Dragão do Mar
9h às 12h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Oficina de Cavalinho de Pau
9h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Roda de Capoeira
9h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

O ABC do Sistema Solar
10h > Planetário > Ingressos: R$ 2

 

Oficina de Cavalinho de Pau
10h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Contação de Histórias
Grupo Encanto
10h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Ginástica Lúdica
10h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

O ABC do Sistema Solar
11h > Planetário > Ingressos: R$ 2

 

Oficina de Brinquedos Recicláveis
11h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Os Palhaços e as histórias de Branca de Neve e Chapeuzinho Vermelho
11h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Oficina de Pipa – Praça Verde
14h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

Brincando e Pintando no Dragão do Mar
14h às 19h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

Museu da Cultura Cearense e Museu de Arte Contemporânea
14h às 21h (acesso até às 20h30)

 

Brinquedos Infantis
15h às 19h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

O ABC do Sistema Solar
15h > Planetário > Ingressos: R$ 2

 

Oficina de Pipa – Praça Verde
15h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

Teatro de Bonecos – “Rainha de Nada”
15h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

Mágico Éflem
15h30 > Praça Verde > Acesso gratuito

 

O ABC do Sistema Solar
16h > Planetário > Ingressos: R$ 2

 

Malabares – Quando um Clown é plural
16h > Espaços diversos > Acesso gratuito

 

Oficina de Brinquedos Recicláveis
16h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

Os Palhaços e as histórias de Branca de Neve e Chapeuzinho Vermelho
16h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

Oficina de desenho
16h > MiniAuditório do Museu da Cultura Cearense (MCC) > Acesso gratuito

 

Contação de Histórias – "Essa história é o bicho!" [Festival de Teatro Infantil do Ceará]
Costureiras de Histórias (CE)
16h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Lambe-Lambe e Teatro de Miniaturas – "A Surpresa" [Festival de Teatro Infantil do Ceará]
Ângela Escudeiro (CE)
16h30 às 18h > Arena Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Clowns e música - "Antes tarde do que nunca" [Festival de Teatro Infantil do Ceará]
Peirotto e Pampaloni (Itália)
17h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Circo – Brincando de Ler
17h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

Oficina de Produção de Brinquedo Artesanal
17h > MiniAuditório do Museu da Cultura Cearense (MCC) > Acesso gratuito

 

Musical circense – “O circo sem teto da lona furada dos Bufões”
Dona Zefinha
18h > Praça Verde > Acesso gratuito

 

 

 

 

 

 

 

 

MOSTRA BOM JARDIM

 

 

Promovido pelo Centro Dragão do Mar de Arte em parceria com o Centro Cultural Bom Jardim - dois equipamentos do Instituto Dragão do Mar -, a Mostra Bom Jardim realiza um intercâmbio artístico Bom Jardim-Praia de Iracema. Grupos de teatro, dança, música e demais produtos do Centro Cultural Bom Jardim ocupam os espaços diversos do Dragão do Mar com arte, neste fim de ano. Confira a programação do mês:

 

 

 

 

Lançamento do Livro "O Galope de Ulisses"
Editora Patuá
Mais nova publicação da Editora Patuá, o livro O Galope de Ulisses, antologia poética de José Inácio Vieira de Melo, será lançado no próximo dia 4 de outubro, às 19h, no Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Para fazer a seleção, organização e prefácio do título, foi convidado o poeta e ensaísta carioca Igor Fagundes, que escolheu setenta poemas, dos seis livros de José Inácio, para comporem a paisagem poética do livro.

 

Durante o lançamento, José Inácio Vieira de Melo fará um recital de seus poemas aboiados, denominado “Ulisses galopa em minhas veias” e que será dividido em quatro momentos. Para abrir o recital, a atriz performática Soraia Falcão, dramatizará o poema “A casa dos meus quarenta anos”, musicado e acompanhado pelo compositor e intérprete Paulo Branco.

 

A antologia poética do escritor divide-se em quatro partes: “Galopar na infância é a minha metafísica”, “No sertão, o princípio do enigma, o galope para dentro de redemoinho”, “Quando o homem chega dentro da criança, o infinito cai e a casa começa” e “Pois a verdade – a verdade verdadeira – é escutar no canto a imensidão”. Estes são versos retirados de alguns poemas que estão na antologia.

 

Na contracapa, Igor, em um texto síntese, dá a medida certa de O Galope de Ulisses: “Reunida a obra de José Inácio Vieira de Melo em um único-múltiplo itinerário, percorremos com o poeta uma viagem de renúncia dos seus lugares prévios de identificação e acomodação; de suspensão do conhecido e familiar, em nome da escuta do desconhecido e silente, de um perigoso canto advindo das sereias sertanejas, rumo ao sem-lugar – sertão – em que o humano se perde e se ganha em meio ao cacto das musas. De uma cronológica a uma ontológica infância, a poesia-vida aí se firma como um bem da terra, uma cultura possível da imensidão, onde cada um conquista a solidão de sua diferença”.

 

A obra de JIVM tem merecido a atenção de grandes nomes da literatura de língua portuguesa – como Ronaldo Correia de Brito, Gonçalo M. Tavares e Salgado Maranhão – e já alcançou considerável reconhecimento de público. E é por conta dessa popularidade, aliada a qualidade de sua poesia, toda perpassada por uma seiva telúrica, que a Patuá publica O Galope de Ulisses, sua segunda antologia. A primeira, publicada em 2011 pelas Edições Galo Branco, foi inserida na coleção 50 poemas escolhidos pelo autor e contou com apresentação de Affonso Romano de Sant’Anna, André Seffrin e Marco Lucchesi.

Dia 4, às 19h, no Auditório do Dragão do Mar Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

Show da Flor de Cactus

A banda faz a junção do tradicional e futurista mantendo seu trabalho contundente com estilo musical e sempre buscando elementos históricos e contemporâneos, dando de vez um ritmo sonoro, tendo letras e composições no desenrolar da humanidade e no cotidiano, para executar o seu som. Misturando os ritmos e fervendo tudo num caldeirão: rock, blues, jazz, baião, maracatu, carimbó, ciranda e hard core.
Dia 4, às 20h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

Game Show com o palhaço Barruada INFANTIL

O palhaço Barruada promove um show de perguntas e respostas com trilhas e desenhos animados, vozes de personagens e celebridades. Para agitar a meninada, tem ainda brincadeiras tradicionais que trabalham a coletividade, coordenação motora, raciocínio, respeito e lateralidade transformando tudo isso em uma pura diversão.
Dia 19, às 17h, na Praça Verde. Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

Espetáculo de dança "Fôlego"

Grupo Moviment - Direção: Rebeka Rodrigues
O espetáculo de dança cênica Fôlego retrata a realidade daqueles que são esquecidos ou excluídos da sociedade. Narrando a história de 4 personagens por meio da dança e movimentações corporais pode-se perceber suas angustias e situações que os levam a um último fôlego.
Dia 22, às 20h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia).

 

 

 

 

 

Faces do Humor

Cia Vivar't - Direção: Robinson Aragão
Buscando uma forma de entretenimento e de comunicação humana; com cenas cômicas, incongruentes ou absurdas de uma situação, o Espetáculo busca tornar engraçada a cena de maneira que seja trabalhada a faculdade mental da plateia ao perceber o que é cômico; se isso é uma disposição mental ou temperamento. O humor é um estado de ânimo cuja intensidade representa o grau de disposição bem-estar psicológico e emocional de um indivíduo. Dessa maneira o Espetáculo, perpassa por cenas que levam não apenas uma pitada de humor mas também a plateia a pensar.
Dia 23, às 20h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia).

 

 

 

 

 

Cantando, Brincando e Cantando INFANTIL
Grupo Zip Zap
O grupo leva a contação de histórias com técnicas do teatro, música e brincadeiras, para maior participação do público.  Incentivamos a leitura, valorizando o folclore, as cirandas a criatividade. Trabalhamos com figurinos variados, bonecos, objetos de cena, violão e percussão.
Dia 26, às 17h, na Praça Verde. Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CIRCUITO DE MÚSICA ERUDITA

 

 

Sax in Cena
Fundado em julho de 2006, o Sax in Cena é o primeiro quarteto de saxofone profissional do Estado do Ceará. Com repertório variado, entre clássicos da música erudita e popular, passando por gêneros como choro, frevo, jazz, xote, entre outros, o grupo trabalha com a proposta de formação de plateias, procurando despertar nas mais diferentes faixas etárias o interesse pela música.
Dia 5, às 18h, no Auditório. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CULTURA NO PONTO

Grupo de Dança Acauã das Artes e Cia Rebentos (Itapipoca-CE)
Os Pontos de Cultura do Ceará estarão mais uma vez em evidência na segunda edição do Cultura no Ponto, que, neste mês, traz espetáculos de dança dos grupos de Cia de Dança Rebentos, de Itapipoca, e do Grupo de Teatro Acauã, de Itaitinga. A programação - iniciativa da Rede Cearense de Pontos de Cultura, em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e com o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura - será neste domingo (19), às 19h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. O objetivo da atividade é divulgar a ação cultural dos 240 Pontos de Cultura existentes no Ceará por meio da exibição de espetáculos e apresentações culturais de diversas linguagens.

 

Representando a dança folclórica de origem afro-brasileira e indígena, o espetáculo Acauã Maculelê com Arte apresenta o resultado de três anos de atividades com crianças, jovens e adultos no Ponto de Cultura Acauã das Artes, em Itaitinga. A dança, que tem origem nas artes marciais assim como a capoeira, será interpretada por um grupo de 16 dançarinos. As pinturas no corpo dos integrantes, as saias feitas de sisal portadas pelo grupo, assim como os batuques e as tochas de fogo que complementam o espetáculo, são um atrativo para aqueles que apreciam a tradição da manifestação cultural.

 

Já o espetáculo do grupo Cia. de Dança Rebentos, intitulado "Arquiteturas Instantâneas", traz a dança contemporânea interpretada por ex-alunos da escola de dança Balé Baião, núcleo de formação permanente do Ponto de Cultura Galpão da Cena de Itapipoca. Na apresentação, nove bailarinos experimentam jogos de composição coreográficas, em diálogo entre si e entre os espaços, no ritmo da música "brega". A concepção do espetáculo, dirigido por Gerson Moreno, partiu de uma pesquisa sobre a corporeidade. 

 

O Cultura no Ponto contribui para que os Pontos de Cultura se apresentem à sociedade como produtores de cultura capazes de fortalecer as identidades e a diversidade brasileiras. A programação do Cultura no Ponto foi elaborada a partir de uma curadoria realizada no mês de setembro para selecionar apresentações de grupos artísticos atuantes nos Pontos de Cultura cearenses.

 

Dia 19, às 19h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MÚSICA

 

 

 

PANORAMA [Programa da Temporada de Arte Cearense]

 

Fernando Rosa
Show de lançamento do álbum "Esse mundo é pra se brincar"
O cantor e compositor Fernando Rosa lança seu mais novo trabalho: o CD infantil ESSE MUNDO É PRA SE BRINCAR. O álbum é feito inspirado em brincadeiras infantis, bichos das cidades e também as matas. A maioria das canções são embaladas em ritmos nordestinos, como xotes e baiões - características bem vivas no universo do compositor e que agitarão a meninada.

 

As composições são de Fernando Rosa em parceria com Alan Mendonça, Cleilson Ribeiro, Tarcísio Sardinha e Silvio Araújo. Também estão no disco duas canções inéditas que não são do autor: "Brincadeira", de Alan Mendonça em parceria com Lenine Rodrigues; e" A Cutia", uma composição da avó materna de Fernando Rosa feita na década de 1950, faixa na qual a família une-se a Fernando Rosa para cantar. Dona Lenise, sua mãe, seus irmãos Marco, Silvana e Valéria e seus filhos Felipe e Marina Carvalho formam o coro da família Rosa de Carvalho.

 

ESSE MUNDO É PRA SE BRINCAR traz também as participações especiais de Felipe Carvalho, filho do compositor cantando a música faixa título; Simone Sousa interpretando "Bonequinha de Pano"; e Juliana Rosa cantando "A Bordadeira". Fernando Rosa assina ainda os arranjos do CD, que conta com as presenças dos músicos Tarcísio Sardinha, Adelson Viana, Jair Medeiros, Jefferson Portela, Demétrio Martins e Elaine de Sales.
Dias 3 e 17, às 20h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

 

 

PANORAMA [Programa da Temporada de Arte Cearense]

 

Chacomdéga
Trio instrumental natural de Fortaleza, deu a lagarda em 2011 com encontros para café da manhã, baixo, bateria, guitarra, escalêta e efeitos. Já teve intensas participações em festivais, casas de show, equipamentos culturais e parcerias de sucesso.
Dias 10 e 24, às 20h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Acesso gratuito.

 

 

 

 

 

 

 

POLIFONIAS [Programa da Temporada de Arte Cearense]

Shows de Carlinhos Patriolino e do Pessoal do Ceará: Rodger Rogério e Teti

 

Carlinhos Patriolino – com show "Cordas Múltiplas"
No show "Cordas Múltiplas", o multi-instrumentista Carlinhos Patriolino propõe passear pelos diversos instrumentos de cordas que toca com maestria. São vários os instrumentos e gêneros que serão explorados em um show dinâmico que passará desde um baião interpretado pelas cordas do seu bandolim indo até sambas, bossas e choros, chegando ao frevo executado com guitarra baiana.

 

 

Rodger Rogério e Teti – com show "Retratos do Pessoal do Ceará"

O grupo que ficou conhecido desde os anos 1960 como Pessoal do Ceará vem encantando as pessoas de todo o país com suas belas melodias e canções imbuídas de muito amor, filosofia, crítica e, sobretudo, muita honra pelas belezas naturais e culturais que o povo nordestino dispõe.  O show Retratos do Pessoal do Ceará reunirá no anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura nomes importantes desse movimento, como Teti e Rodger de Rogério, que ainda dividirão o palco com o brilhante Carlinhos Patriolino.

Teti, a voz feminina que mais tem divulgado o repertório dos compositores cearenses, é dona de um timbre suave e cristalino, que dá vida e enche de emoção as suas interpretações. Com seu timbre de voz de expressiva beleza, trará releituras de clássicos do Pessoal do Ceará, em um show que promete encantar o público. Rodger de Rogério é músico autodidata que vem fazendo história no Brasil, elevando o nome da criatividade cearense em suas composições e interpretações ímpares.

Os dois serão acompanhados pelos músicos Adriano Azevedo (bateria), Miquéias dos Santos (baixo) e Tito Freitas (teclados). Será um show especialíssimo, que promete ainda boas surpresas aos que forem conferir!

Dias 18 e 19, às 20h, no Anfiteatro. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia). No programa Polifonias, os artistas sobem ao palco na mesma noite, mas em momentos diferentes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SHOWS

 

 

Banda do Mar – com Marcelo Camelo e Mallu Magalhães
A Banda do Mar é feita de histórias simples. Daquelas dos contos simples, da vida de todos os dias. Da vida dos amigos, dos afetos, das partidas e chegadas, das celebrações, da vontade de estar junto.

 

Em viagens a Portugal, Marcelo encontra um irmão desconhecido. É Fred, um músico português que tem em Marcelo um dos seus ídolos. Surge a mais concreta amizade que hoje tem mais de uma década.

 

Mallu aparece e se junta a Marcelo em todas as latitudes que a vida comporta. E, nas muitas viagens transatlânticas, o trio fortalece uma amizade profunda, familiar e artística.

 

Não muito tempo depois, os três descobrem um comum desejo que, uma vez vislumbrado num dos jantares dos amigos, é irreprimível; querem tocar rock, querem aquecer o corpo e coração, querem perder e ganhar fôlego.

 

Já haviam caminhado um tanto: Mallu no terceiro álbum, Marcelo vinha de dois discos solo, depois dos Los Hermanos, e Fred acabara de formar o 5-30, e colecionava experiência compondo bandas como Orelha Negra e Laia, além acompanhar o Buraka Som Sistema na bateria.

 

O recém inaugurado Estúdio Ia, do próprio Fred e do amigo Bernardo Barata era o cenário perfeito. Nos curtos dias de inverno em Lisboa, lá mergulharam na construção do álbum.

 

Salta aos olhos a naturalidade do encontro. A fluidez resultante faz difícil crer que é a primeira turnê.  A bateria de Fred desperta em Mallu e Marcelo seu lado mais intenso. São vigorosas e pedem dança, mas mantém a seriedade do artista sentimental que há nos três.

 

As composições de outros trabalhos dos cantores também aparecem no repertório do show, com uma roupagem mais elétrica. Não há silêncio e são raros os sons delicados. São guitarras e pedais de distorção, num improvável encontro de percussões e melodias criativas.

 

No baixo, Marcos Gerez, integrante do Hurtmold, traz mais peso ao palco, ao lado de Gabriel Mayall (Bubu), do Do Amor. Os dois também estão em casa; Bubu tocava no Los Hermanos, e Marcão acompanhou as turnês do “Sou” e “Toque Dela”.

 


A Banda do Mar é para cantar junto, para abrir os braços, rir, chorar e dançar. A substância é a força, é o calor, é a simplicidade, é o que há no corpo humano. É a celebração da santíssima trindade: amizade, amor e música.

 

Dia 25, às 21h, na Praça Verde. Ingressos: R$ 100 e R$ 50 (meia). Já à venda na bilheteria do Dragão do Mar (de terça à domingo das 14h às 20h), também no quiosque da Bilheteria Virtual no Shopping Del Paseo – 3o piso e no site: www.bilheteriavirtual.com.br. Mais informações: 3261.0665 (Free Lancer Produções)

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TEATRO

 

 

 

 

TEATRO DA TERÇA [Programa da Temporada de Arte Cearense]

 

Espetáculo "Ensaio para um silêncio"
Grupo Expressões Humanas – Direção: Herê Aquino
Livremente inspirado na última obra lançada em vida por Clarice Lispector o espetáculo se desenvolve através do jogo entre criador e criatura e dos diversos eus que duelam na criação dos personagens.

 

Diante de fatos reais o criador dilata o micro para chegar ao macro e vice e versa, se perdendo em meio a inúmeras divagações de cunho existencial e social no intuito de captar a vida de uma retirante nordestina perdida na cidade grande.  O espetáculo tece as artimanhas da própria narrativa para explicar a criação, montagem e apresentação da própria obra. Por meio dos personagens os atores vão seduzindo o público com a sensibilidade de quem percebe a complexidade do ser na simplicidade da alma humana.


Dias 14 e 21, às 20h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia). Classificação: 14 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TEATRO INFANTIL [Programa da Temporada de Arte Cearense]

 

Espetáculo "João Botão"
Teatro Máquina - Direção e dramaturgia: Fran Teixeira
Numa livre adaptação do romance de Michael Ende, o grupo recria a situação-motivo ambientada numa pequena ilha inventada. Os quatro habitantes de Pequeno se veem diante de uma grande novidade: a chegada de um bebê. O espaço é pequeno demais para mais um e todos precisam se entender para resolver esse problema.


Dias 4, 5, 18 e 19, às 17h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia). Classificação livre.

 

 

 

 

 

 

 

 

TEATRO ADULTO

 

Espetáculo "As Domésticas"
Coletivo Teatraria
A peça teatral trata, de forma bem humorada, a migração de jovens vindas do interior do Ceará para a capital em busca de novas oportunidades. As moças, duas irmãs e uma amiga, veem atrás de emprego e terminam por trabalhar em casas de família, situação comum para jovens humildes do interior do Ceará.


Dias 18 e 19, às 20h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Classificação: 12 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FESTIVAL DE TEATRO INFANTIL DO CEARÁ (TIC)

 

"Solte a sua imaginação" é o tema do TIC 2014, Festival de Teatro Infantil do Ceará, que chega à quarta edição de 7 a 12 de outubro, com programação gratuita em Fortaleza e Sobral. A escolha do tema é um convite à reflexão sobre a capacidade inventiva do ser humano de criar realidades que alimentam a alma, os sonhos e as mudanças, subvertendo a realidade vigente por meio da sua rica imaginação.

 

Artistas e companhias do Brasil (Ceará e São Paulo), Espanha, França e Itália participam do TIC 2014 com espetáculos de Teatro, Teatro de Objetos, Teatro de Animação, Lambe-Lambe (Teatro de Miniaturas), Contação de Histórias, Dança, Circo, Música e Clowns, em cerca de 30 apresentações. Tudo isso e ações formativas, compõem a programação, que acontecerá em Fortaleza no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), CAIXA Cultural Fortaleza, Sesc Senac Iracema, Passeio Público, Parque das Criança, Vila das Artes e Porto Iracema das Artes, e em Sobral no Theatro São João.

 

Criado em 2011, o TIC promove novas formas de pensar e fazer a arte para a infância, com a proposta de quebrar velhos paradigmas e preconceitos em torno dessa linguagem que a perseguem há anos. Desde a primeira edição, o Festival reúne espetáculos nacionais e internacionais, em Fortaleza e outras cidades do interior cearense, com uma programação que explora inovadoras dramaturgias e estéticas, abordando narrativas pertinentes à família contemporânea.

 

Em 2014, o TIC dá continuidade à sua proposta de quebrar as frágeis barreiras do teatro e interagir com outras linguagens. O Festival segue se reinventando e cumpre seu papel de democratizar o acesso à cultura da infância e de promover o teatro infantil contemporâneo, trazendo novos ares para os palcos cearenses. Com uma cota de ingressos destinada a escolas públicas, o Festival procura contribuir para a formação estética de alunos e educadores. Além disso, são ofertados os serviços de audiodescrição e intérpretes de libras.

 

A quarta edição do TIC é uma realização do Instituto Seara de Cultura e Desenvolvimento e promoção da Invento Produções Culturais. Conta pela primeira vez com o patrocínio da Caixa Econômica Federal e Caixa Cultural Fortaleza. Tem como parceiros locais: Vila das Artes, Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), Secretaria Municipal de Educação (SME), Secretaria de Cultura e Turismo de Sobral, Escola Porto Iracema das Artes, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC) e Sesc. Como parceiros internacionais, tem: Ministério de Educação, Cultura e Esporte da Espanha, Instituto Nacional de Artes Cênicas e Música (Inaem) que trazem os espetáculos espanhóis Bag Lady e Momentari (esse último conta também com a ajuda do Mercat de les Flors), Instituto Francês e Mairie de Toulouse, que trazem ao TIC o espetáculo Vagabundo.

 

 

 

 

 

AS COMPANHIAS INTERNACIONAIS

O 4º TIC recebe 5 companhias da Espanha, França e Itália, com espetáculos de teatro de objetos, dança, música clássica e clowns, um dos quais também voltado para a primeira infância. São eles, os espanhóis Cia. Nats Nus, com "Momentari" (espetáculo de dança), e The Bag Lady Theater apresentando "Bag Lady" (teatro de objetos); as companhias francesas La Boîte à Sel, em "Play" (espetáculo de teatro de objetos e voltado para a primeira infância), e Areski, com a peça "Vagabundo" (teatro de objetos); e da Itália vem Peirotto e Pampaloni com "Antes tarde do que nunca" (espetáculo de clowns e música clássica).

 

 

 

 

 

ATRAÇÕES LOCAIS/NACIONAIS

O TIC apresenta 12 espetáculos produzidos por 11 artistas ou companhias teatrais nacionais, dos quais, 10 são do Ceará. De São Paulo, o Paraladosanjos vem com o espetáculo circense "O imprevisível circo da lua". Do Ceará, um dos destaques é a estreia de "O Pequeno Casaco Solitário", do Grupo Bagaceira de Teatro (espetáculo de teatro de objetos).

 

Do Ceará, o público do TIC também poderá conferir: "A Dança das Coisas", do Grupo N Infinito (espetáculo de dança), "LIX, o super lixeiro em 'Chama a minha mãe aíii!'", com o Grupo Novo de Teatro (peça de teatro com audiodescrição), "O vento que sopra em Quetzalcoat", do Grupo Teatro Imaginarium (teatro, com serviço tradução em libras), "Criaturas de Papel", do Bricoleiros Teatro de Bonecos (teatro de animação), os espetáculos de teatro de miniatura (lambe-lambe) "As Estripulias do Palhaço Trepinha", da Cia Epidemia de Bonecos, e "A Surpresa", de Ângela Escudeiro, e os trabalhos de contação de histórias "Iroko",de Edivaldo Batista, "O Jabuti e o Chacal e outras histórias de animais", com Paula Yemanjá, e mais, "Histórias fantásticas que viajaram o mundo" e "Essa história é o bicho!", das Costureiras de Histórias.

 

 

 

 

AÇÕES FORMATIVAS

 

Intercâmbio

 

A Cia Nat Nus, da Espanha, realizará uma ação educativa junto aos alunos da formação básica em dança da escola Vila das Artes, alunos do projeto Vidança e arte-educadores. Essa ação faz parte do projeto TROCAS do teatro Mercat de Flors, de Barcelona, que vem realizando um intercâmbio com o Brasil na área de educação para dança contemporânea.

 

O Trocas é antes de tudo uma ação que visa a partilha, através de atividades que buscam uma construção de conhecimento e entendimento mútuos. Entre os objetivos, está o de trazer para o Brasil a “maleta pedagógica”, que é a principal ferramenta de experiência em dança da companhia para professores. A ideia é trazer, não como algo pronto e somente traduzido, e sim como uma ferramenta que será adaptada à realidade brasileira. "O projeto pedagógico do Mercat de les flors só encontra sentido no outro, na troca; o público é parte intrínseca do feito artístico. Pensando nisso, levar ao Brasil nossos fios, torna-se um ato de produzir juntos, entrelaçar saberes, vidas, criações e corpos", explica a companhia.

 

 

 

 

Programadores de Festivais

O 4° TIC receberá programadores de festivais nacionais e internacionais, que vêm especialmente para assistirem aos espetáculos cearenses. "Nossa intenção é proporcionar aos artistas e grupos do Ceará que se apresentam no TIC a possibilidade de apresentações fora do Ceará e do Brasil", revela Emídio Sanderson, diretor artístico do Festival. Estes convidados participarão de uma mesa-redonda no dia 09 de outubro na Escola Porto Iracema das Artes.

 

Os convidados são: Peter Kirk (Membro do Conselho Dinamarquês da  Assistej - International Association of Theater for Children and Young People e Diretor do Asterions Hus, onde desenvolve projetos artísticos e educativas na área de teatro e dança), Peter Mancher (Programador e coordenador internacional do Danish Children's Theatre Festival - Festival de Teatro Infantil da Dinamarca), Karen Acioly (Diretora do FIL - Festival Internacional de Linguagens no Rio de Janeiro) e Lina Rosa (Diretora do Sesi Bonecos e do FITO - Festival Internacional de Teatro de Objetos, eventos itinerantes realizados no Brasil).

 

 

 

SERVIÇO
4º TIC – Festival de Teatro Infantil do Ceará - De 7 a 12 de outubro em Fortaleza; e dia 12, em Sobral.

Informações: (85)3048.6077 / fest.teatroinfantil@gmail.com. Site: www.festivaltic.com.br.
twitter: @inventocultural. facebook: TIC – Festival de Teatro Infantil do Ceará.

 

 

 

Programação no Dragão do Mar

 

 

Porto Iracema das Artes:

 

Dia 09/10 (quinta-feira)
19h30 - Roda de Conversa sobre Festivais Internacionais para a Família 
Participantes: Realizadores de festivais na Dinamarca e no Brasil

 

 

 

Teatro Dragão do Mar

 

Dia 09/10 (quinta-feira)
9h* e 14h* - "O vento que sopra em Quetzalcoat" - Grupo Teatro Imaginarium (CE)
#Teatro (com Libras)

 

Dia 10/10 (sexta-feira)
15h* e 20h - "Momentari" - Cia. Mons Dansa (Espanha)
#Dança



Dia 11/10 (sábado)
17h - "Antes tarde do que nunca" - Pierotto e Pampaloni (Itália)
#Clowns  #Música

 

Dia 12/10 (domingo)
17h - "Antes tarde do que nunca" - Pierotto e Pampaloni (Itália)
#Clowns  #Música

 

Dia 16 /10 (quinta-feira)
9h* e 14h* - "LIX, o super lixeiro em 'Chama a minha mãe aíii!'" - Grupo Teatro Novo (CE)
#Teatro (com Audiodescrição)

 

 

 

Arena Dragão do Mar

 

Dia 10/10 (sexta-feira)
18h - "Iroko" - Edivaldo Batista (CE)
#ContaçãoDeHistórias

 

Dia 11/10 (sábado)
16h - "O Jabuti e o Chacal e outras histórias de animais" - Paula Yemanjá (CE)
#ContaçãoDeHistórias

 

16h30 às 18h - "As Estripulias do Palhaço Trepinha" - Cia Epidemia de Bonecos (CE)
#Lambe-Lambe #TeatroDeMiniaturas

 

Dia 12/10 (domingo)
16h - "Essa história é o bicho!" - Costureiras de Histórias (CE)
#ContaçãoDeHistórias

 

16h30 às 18h - "A Surpresa" - Ângela Escudeiro (CE)
#Lambe-Lambe  #TeatroDeMiniaturas

 

*sessões reservados a escolas públicas.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DANÇA

 

 

 

QUINTA COM DANÇA EXPERIMENTAL

 

Espetáculo ESPERAÍ – solo de sapateado
Coreógrafo e intérprete: Brino Correiaa
Uma incursão na esfera da ludicidade e da interatividade. Uma miscelânea entre os elementos sonoros do sapateado versus elementos sonoros oriundos da plateia. Uma experiência envolvente e contagiante, com um final inesperado.


Dias 25, 26, 27 e 28, às 20h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Acesso gratuito. Classificação livre.

 

Atenção: devido à programação da Bienal de Dança 2014 - de 24 a 31 de outubro, no Dragão do Mar - o projeto Quinta com Dança Experimental não ocorrerá às quintas-feiras como habitualmente.

 

 

 

 

 

BIENAL DE DANÇA / DE PAR EM PAR 2014

 

No próximo dia 24 de outubro, tem início a Bienal Internacional de Dança do Ceará / De Par Em Par cuja programação, em Fortaleza, inclui grandes espetáculos e festas no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. O evento chega à 4ª edição, consolidada como um importante espaço de difusão de distintas manifestações da dança cênica. Será uma rica e diversificada programação, inteiramente gratuita, distribuída em dois programas, Encontro Terceira Margem e CirculaDança, passando por 11 cidades do Ceará. Confira a programação e aproveite cada passo.

 

A noite de abertura, em 24 de outubro, será uma ocasião especial de comemoração, realizada em colaboração com o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, parceiro de longas datas da Bienal. Em palco montado na Praça Verde do CDMAC, a presença luxuosa do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, que volta ao Festival depois de 17 anos, tendo participado uma única vez, por ocasião da primeira edição da Bienal de Dança, em 1997. Pela primeira vez, o mais antigo e renomado corpo de baile do Brasil estará se apresentando ao ar livre em Fortaleza, acessível a todo o público desejoso de vê-lo ao vivo.

 


O Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro traz um repertório concebido especialmente para a ocasião: L'Après Midi d'un Faune, de Vaslav Nijisnky, Spectre de la Rose, de Michel Fokine, e A Noite de Walpurgis, uma adaptação da obra do coreógrafo soviético Leonid Lavrovsky. Enquanto as emblemáticas obras de Fokine e Nijinsky completam mais de um século de existência e são hoje consideradas pérolas do patrimônio coreográfico ocidental, o trabalho de Lavrovsky, mesmo tendo sido forjado no contexto do regime soviético, compõe um interessante diálogo com as obras anteriores.

 


Os ingressos para a programação de abertura da Bienal De Par Em Par 2014 serão distribuídos a partir de terça-feira, dia 21 de outubro, na bilheteria do Planetário do Centro Dragão do Mar. A distribuição acontecerá das 14h às 20h até o dia 24 ou até esgotar a capacidade. Serão entregues no máximo 2 (dois) ingressos por pessoa.  Informações: 3488-8600.

 

 

 

Artistas e companhias de dança
Ao longo de um mês inteiro de programação, a Bienal De Par Em Par apresenta artistas e companhias internacionais. São eles: David Mambouch / Maguy Marin e Fabrice Ramalingom (França), Fatou Cissé (Senegal), Cia. As Palavras – Cláudio Bernardo (Bélgica – Brasil),  Marina Sarmiento (Argentina), Gilles Jobin (Suíça) e o espetáculo Good Boys, que será apresentado pelo bailarino Mathieu Doze em homenagem ao coreógrafo Alain Buffard (França), falecido em 2013.  

Do Brasil, além do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, participam Ivaldo Mendonça (PE), Lia Rodrigues (RJ), Procura-se Cia de Dança (RN) Denise Stutz (RJ) e Companhia Gira Dança (RN). A cena local se faz presente por meio de criadores como Rosa Primo, Andréia Pires, Vitor Mac-Dowell, Silvia Moura, Gerson Moreno e Alysson Amâncio, Anália Timbó e Fran Teixeira, entre outros.

“Se de um lado interessa-nos promover o acesso da população a grande obras do patrimônio coreográfico nacional e internacional, alegra-nos constatar que tais repertórios seguem sendo capazes de mexer com a sensibilidade das plateias, provocando sempre a produção de sentidos atualizados dessas obras”, diz David Linhares, diretor da Bienal. 

 

 


Parceiros da Bienal
Nessa edição, assim como em anos anteriores, a Bienal conta com o apoio de várias instituições culturais que contribuem de forma decisiva para o sucesso do evento. Entre estas, estão: Secretaria de Cultura de Paracuru, Sobral, Crato, Trairi, Pacajus e São Gonçalo do Amarante, graduações em dança do Instituto de Cultura e Arte da UFC, Escola Pública de Dança da Vila das Artes, CUCAs, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Porto Iracema das Artes, Theatro José de Alencar, Jornal O Povo e Rádio Beach Park. Patrocínio: Petrobras e Correios. Co-patrocínio: Funarte e Caixa Econômica.

 

 


A Bienal de Par Em Par
A apresentação de criações configuradas na interface da dança com a performance, as artes visuais, o audiovisual, as intervenções urbanas, entre outras possibilidades, tem sido uma das principais características da Bienal De Par Em Par, criada em 2008 para preencher as lacunas dos anos pares da Bienal Internacional de Dança do Ceará, que acontece nos anos ímpares desde 1997. A publicação da revista OlharCe e do livro comemorativo de 15 anos da Bienal de Dança, bem como a realização de 20 programas de televisão tematizando a dança e a videodança, são realizações marcantes da Bienal de Par em Par.  
Por meio de ações específicas, como a publicação de textos críticos e a discussão acerca das obras apresentadas, a Bienal De Par Em Par 2014 propõe-se a fomentar o debate em torno da recepção da produção coreográfica contemporânea e da criação artística em geral.

 

 


Um convite ao público
Ciente de seu potencial enquanto plataforma fomentadora da produção e disseminação de sentidos das criações que difunde, a Bienal De Par Em Par 2014 conclama o público a assumir uma atitude ativa na recepção das obras apresentadas, exercitando seu papel de cocriador na fruição artística. Convida assim o espectador a, num movimento dialógico junto ao artista, tornar sua recepção da obra de arte um processo de poetização próprio e singular. 



 

Bienal Internacional de Dança do Ceará / De Par Em Par 2014
De 24 de outubro a 23 de novembro em Fortaleza e outras cidades cearenses. Informações: 85-3268.3034 e www.bienaldedanca.com.

 

 

 

Programação Bienal de Dança - CDMAC

 

24/out
Le Spectre de la Rose, L'Après-Midi d'un Faune, Noites de Walpurgis
Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro
21h30 > Praça Verde > Acesso gratuito

 

Show Eliane, A Rainha do Forró
22h30 > Praça Verde > Acesso gratuito

 

 

25/out

 

Pindorama
Lia Rodrigues
16h30 > Pátio da Escola Porto Iracema das Artes > Acesso gratuito

 

ESPERAI – solo de sapateado
Coreógrafo e intérprete: Brino Correia
20h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

Sólito
Cia. Cênica Scenogramas
21h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

e-SPAÇO LISO 2.0
Topocríticas Portáteis – MiniMídias LabNômade
22h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

 

26/out


Pindorama
Lia Rodrigues
16h30 > Pátio da Escola Porto Iracema das Artes > Acesso gratuito

 

ESPERAI – solo de sapateado
Coreógrafo e intérprete: Brino Correia
20h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

Quantum
Cie Gilles Jobin (Suíça)
21h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

e-SPAÇO LISO 2.0
Topocríticas Portáteis – MiniMídias LabNômade
22h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

 

 

27/out

 

Amor
18h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Negrume
Cia. Balé Baião
19h > Espaço Mix CDMAC > Acesso gratuito

 

ESPERAI – solo de sapateado
Coreógrafo e intérprete: Brino Correia
20h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

O Cantil
Teatro Máquina
21h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

e-SPAÇO LISO 2.0
Topocríticas Portáteis – MiniMídias LabNômade
22h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

 


28/out

 

ESPERAI – solo de sapateado
Coreógrafo e intérprete: Brino Correia
20h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

Diga que você está de acordo! MÁQUINAFATZER
Teatro Máquina
21h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

e-SPAÇO LISO 2.0
Topocríticas Portáteis – MiniMídias LabNômade
22h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

 


29/out

 

AUTO-MATISMOS
18h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

Revê
L.A Dança Urbana
20h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

e-SPAÇO LISO 2.0
Topocríticas Portáteis – MiniMídias LabNômade
22h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

 

 

30/out

Piragem etnográfica do complexo
No barraco da Constância tem!
18h > Sala de Teatro da Escola Porto Iracema das Artes > Acesso gratuito

 

Singspiele
Maguy Marin, David Mambouch e Benjamim Lebreton (França)
21h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

e-SPAÇO LISO 2.0
Topocríticas Portáteis – MiniMídias LabNômade
22h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

 

 

31/out

 

Império das Luzes
Aprendizes em Troca
18h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

e-SPAÇO LISO 2.0
Topocríticas Portáteis – MiniMídias LabNômade
22h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

 

01/Nov


Alafia
Alysson Amancio
19h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

My Pogo
 Cie R.A.M.a Fabrice Ramalingom (França)
21h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

e-SPAÇO LISO 2.0
Topocríticas Portáteis – MiniMídias LabNômade
22h > Espaço Rogaciano Leite Filho > Acesso gratuito

 

 

02/nov

Encontro Oposto
Ivaldo Mendonça
19h > Teatro Dragão do Mar > Acesso gratuito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PLANETÁRIO RUBENS DE AZEVEDO


Foto: Marina Cavalcante

 

O Planetário Rubens de Azevedo é um espaço de entretenimento e formação pedagógica através de caráter transdisciplinar em Astronomia.

Sessões:

O ABC do Sistema Solar
Em uma nave imaginária crianças fazem uma viagem pelo Sistema Solar. Durante a viagem elas aprendem sobre a mitologia das constelações e as lendas astronômicas. 30min.

Nos Limites do Oceano Cósmico
Usando o poder da nossa imaginação, viajaremos pelo espaço a uma velocidade próxima a da luz até o limite do universo visível, e com a ajuda do planetário, veremos de perto a nossa galáxia e grupos de galáxias muito distante de nós. Será que o universo tem fim? O que vemos no céu é uma ilusão? Você verá que o universo está em expansão e novas estrelas estão surgindo a todo instante.

Explorando o Universo
Venha se aventurar numa fascinante viagem pelo universo, e com Galileu conheceremos os segredos do céu e suas descobertas científicas para o progresso da ciência. 40min.

Origens da Vida
Mergulhando no desconhecido, e a partir das profundezas do oceano, descobriremos as origens da vida em nosso planeta. Através do tempo e espaço viajaremos até o nascimento das primeiras estrelas. 30min.

 

Sessões às quintas e sextas-feiras:

18h - Explorando o Universo
19h - Nos Limites do Oceano Cósmico
20h - Origens da Vida


Sessões aos sábados e domingos:

17h - ABC do Sistema Solar
18h - Explorando o Universo
19h - Nos Limites do Oceano Cósmico
20h - Origens da Vida

 


Noite das Estrelas

O projeto NOITE DAS ESTRELAS funciona há 8 anos no Planetário Rubens de Azevedo e já recebeu milhares de pessoas entre turistas e público local. Todos os meses, sempre nas noites de Quarto Crescente Lunar, o planetário disponibiliza telescópios ao público em geral para observação astronômica: Crateras da Lua, Planetas, Nebulosas, etc. A participação é gratuita, sempre a partir das 19h. Basta chegar no planetário e entrar na fila. Atenção: se o céu estiver nublado, não haverá observação astronômica, podendo haver também interrupção do programa, entre 19h e 21h, se as condições não estiverem favoráveis à continuação da atividade.

Dia 4 de outubro, às 19h, em frente ao Planetário. Acesso gratuito.

 

Atenção:  É obrigatória a apresentação de documento que comprove o parentesco do responsável com a criança menor de 10 (dez) anos de idade no ato de compra do ingresso de qualquer evento/espetáculo do Centro Dragão do Mar. Esta é uma determinação da Justiça do Estado.

 

 

 

 

 


CINEMA DO DRAGÃO - FUNDAÇÃO JOAQUIM NABUCO

 

A programação regular do Cinema do Dragão - Fundação é definida semanalmente, numa parceria entre a Fundação Joaquim Nabuco e a curadoria adjunta (Salomão Santana e Pedro Azevedo) e pode ser consultada na página do cinema neste site ou no blog www.cinemadodragao.com.br.

 

Informações: 3219.5899
www.dragaodomar.org.br
programacaocinema@dragaodomar.org.br
Twitter: @cinemadodragao
Facebook: Cinema do Dragão-Fundação


Ingressos na Bilheteria do Cinema do Dragão -Fundação R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia). A bilheteria funciona de terça a domingo, das 14 às 22h.

 

 

Agilize a sua entrada! Ao comprar ingresso através do site ingresso.com, imprima o comprovante/ingresso de compra e dirija-se diretamente à entrada do Cinema do Dragão, sem necessitar fazer a troca na bilheteria. É mais prático e rápido. Experimente.

 

 

Também têm direito à meia da meia-entrada, no valor de R$ 3,00, estudantes da Escola Porto Iracema das Artes e da Escola de Artes Thomaz Pompeu Sobrinho e alunos de audiovisual do Centro Cultural Bom Jardim, da UFC, UNIFOR e da Vila das Artes, mediante apresentação de comprovante de matrícula.

 

 

 

 

 

 

 

MÚLTIPLAS LINGUAGENS

 


Sahaja Yoga
O A prática permite que a pessoa se identifique com o seu verdadeiro ser, abandonando os hábitos negativos para a evolução espiritual.
Todas as sextas, às 16h, no Bosque da Praça Verde. Acesso gratuito.

 

Encontro Cearense de Malabares
O encontro reúne jovens iniciantes e profissionais que exercem a prática dos malabares.
Todos os sábados, às 17h, na Praça Almirante Saldanha. Acesso gratuito.

 

5º Grupo Escoteiro do Ar Pinto Martins
De acordo com a faixa etária dos participantes, o grupo define as atividades de escoteirismo.
Todos os sábados, das 14h às 17h, no Bosque da Praça Verde. Acesso gratuito.

 

Feira Dragão Arte
Feira de artesanato fruto da parceria com Sebrae-CE e Siara-CE.
Todas as sextas, sábados e domingos, das 17h às 22h, ao lado do Espelho D'Água. Acesso gratuito.

 

Brincando e Pintando no Dragão do Mar
Brincadeiras e atividades infantis para todas as idades orientadas por monitores.
Todos os domingos, das 16h às 19h, na Praça Verde. Acesso gratuito.

 

Planeta Hip Hop
Grupos promovem exibições de dança e música hip hop.
Todos os sábados, às 19h, na Arena Dragão do Mar.


 

 



 

MULTIGALERIA

 

 

A Multigaleria do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura recebe, até 31 de outubro, mais uma bela exposição. "Cerâmicas para Aldemir - uma homenagem ao artista da terra" reúne trabalhos de 28 ceramistas do Brasil, Portugal e Espanha, que apresentam releituras das obras de Aldemir por meio da cerâmica, resultando em expressões distintas em proposta e dimensões, porém com uma única orientação: a homenagem ao artista da terra.

 

Nascido no Vale do Cariri, em 1922, o cearense Aldemir Martins foi pintor, ilustrador, escultor. Em seus desenhos de galos, peixes, pássaros, gatos, paisagens e cangaceiros, deixa-se revelar o Brasil

 

O texto de abertura da exposição foi escrito pela filha de Aldemir, Mariana Pabst Martins. A variedade de obras torna didática a compreensão do trabalho de Aldemir, em virtude do modo como cada homenagem é revista em relação à obra original.

É no alinhamento dessa reflexão e conhecimento cultural com o desenvolvimento social que nasce a proposta da exposição. Cria-se o ambiente adequado não só para usufruir da cultura e das peças expostas, como também para atuar nesse cenário, estimulando habilidades e sensações.

 

Em cartaz até dia 31 de outubro de 2014. Visitação: de terça a sexta, das 9h às 19h (acesso até às 18h30) e sábados, domingos e feriados, das 14h às 21h (acesso até às 20h30). Acesso gratuito

 

 

 

 

 

 

 

 

MUSEU DA CULTURA CEARENSE – MCC

 


O Museu da Cultura Cearense é um museu etnográfico que tem como proposta promover a difusão, a fruição e a apropriação do Patrimônio Cultural do Estado do Ceará, aplicando ações museológicas de pesquisa, preservação e comunicação, visando à inclusão e ao desenvolvimento sociocultural.

 

 

Exposições

 

 

 

Pedra de Toque

 

 

Articulando a tentativa de uma reativação da memória coletiva por meio de questões ligadas ao espaço público através da técnica da ciclogravura - um trabalho típico da cultura cearense -, a exposição Pedra de Toque reúne trabalhos em diferentes linguagens com o propósito de colocar em perspectiva diferentes noções de valoração, propondo um deslocamento-devaneio sobre diversos espaços da cidade, seja em termos afetivos, financeiros, sociais ou de sua mera e indizível experimentação física.

Pedra de toque é um material lítico escuro, rico em compostos silicosos, usado para testar ligas de metais preciosos. Conhecido há muito tempo, o teste da pedra de toque, ao permitir mais precisão na identificação do ouro, da prata e suas ligas, foi uma revolução que contribuiu para a disseminação do uso desses metais, expandindo seu comércio e uso como unidades monetárias e de reserva de valor.  

 

 

Em cartaz: até 23 de novembro. Visitação: terça a sexta, das 9h às 19h (com acesso até as 18h30); sábados, domingos e feriados, das 14h às 21h (com acesso até as 20h30). Gratuito.

 

 

 

 

 

 

 

 

Vaqueiros [Sala 4]

Foto: Marina Cavalcante

Exposição lúdica, de caráter didático, percorre o universo do vaqueiro a partir da ocupação do território cearense pela pecuária até a atualidade. Utiliza cenografia, imagens e objetos ligados ao cotidiano do vaqueiro.

 

Visitação de terça a sexta, das 9h às 19h; e aos sábados, domingos e feriados das 14h às 21h. Gratuito.

 

 

 

 

 

Agendamento de grupos para visitas às exposições

Núcleo de Ação Educativa

Partindo das especificidades de um museu etnográfico, o Núcleo de Ação Educativa do MCC objetiva formar educadores para atender ao público agendado e espontâneo. Composto por uma equipe multidisciplinar, realiza mediações com as mais variadas temáticas relacionadas à cultura popular trazidas pelas suas exposições.

Mediações
Os educadores do MCC proporcionam três tipos de mediações aos seus visitantes:

  • Mediação simples: mediação rápida, mais orientadora, destinada ao público não agendado e espontâneo. Duração de até 20 min.
  • Mediação ampliada: mediação problematizadora, formadora, que instiga o visitante a refletir de forma crítica sobre a exposição. Duração de até 01h30min.
  • Mediação com oficina: mediação mais prolongada, pois além de ter como ponto central a reflexão, nesta visita atividades de arte-educação são vivenciadas. Por exemplo: teatro de fantoche, desenho, contação de história, roda de conversa e oficinas de acordo com a exposição em cartaz. Duração de até 2hs.

 

O agendamento dos museus do CDMAC pode ser feito de segunda a sexta, das 13h às 18h.
Contato: (85)3488.8604
E-mail: agendamento@dragaodomar.org.br

 

 

 

 

 

 

MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA – MAC

 

 


Exposição

 



 

 

Mostra Carioca: a impureza como mito

 

 

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura apresenta, de 8 de outubro a 30 de novembro de 2014, a “Mostra Carioca: a impureza como mito”, cerca de 50 obras de artistas que tem o Rio de Janeiro como inspiração de seus trabalhos, em obras pertencentes às coleções do MAM Rio, incluindo as coleções de Gilberto Chateaubriand e Joaquim Paiva, que estão no Museu carioca em regime de comodato. Originária no MAM em 2012, a mostra foi apresentada no Espaço Cultural Casa das Onze Janelas, em Belém e integra a nova área de Circulação de Exposições da seleção pública do programa Petrobras Cultural.

 

Luiz Camillo Osorio e Marta Mestre, curadores do MAM Rio, observam que “a mostra não pretende ‘tematizar’ o Rio, mas revelar o quanto a cidade foi e permanece sendo um espaço ao mesmo tempo caótico e criativo que alimentou uma vontade de arte que combina improvisação e rigor”. “Do final do modernismo, passando pelo concretismo, pelo neoconcretismo, pela pop e pelo conceitualismo, e chegando ao momento contemporâneo, a exposição uma espécie de ‘espírito carioca’ perpassou – consciente ou inconscientemente – a criação artística local, potencializando sua articulação e penetração global”, afirmam os curadores.

 

A exposição terá obras em diferentes técnicas e suportes, como esculturas, instalações, pinturas, desenhos e fotografias. Farão parte da mostra obras emblemáticas, como dois “Metaesquemas”, de 1957, e cinco ”Parangolés”, de Hélio Oiticica. Destes últimos, serão apresentas cópias de exibição, que o público poderá vestir. Também fará parte da mostra a obra “Bicho”, de Lygia Clark, de 1960, feita em alumínio.

 

As obras mais recentes são as serigrafias sobre tecido “Cangaço/Xô choque” e ”Cangaço/todo poder à praia!”, feitas em 2013 pelo coletivo Opavivará (Rio de Janeiro, 2005). Outros trabalhos atuais são as fotografias da série “Objetos para tampar o sol de seus olhos”, de Paulo Nazareth, de 2011.

 

“Os trabalhos foram escolhidos pela sua capacidade de propor imagens reconfiguradas do Rio de Janeiro e da sua vida urbana enquanto espaço de experiência cultural”, ressaltam os curadores.

 

Na mostra, alguns trabalhos são acompanhados de audioguia com informações complementares sobre a trajetória do artista e sobre a obra.

 

 

 

 

MINIBIOGRAFIA DOS ARTISTAS

 

Luiz Alphonsus
Belo Horizonte, MG, Brasil, 1948.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Antonio Manuel
Avelãs de Caminho, Portugal/Brasil, 1947.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.  

 

Felipe Barbosa
Niterói, Rio de Janeiro, Brasil, 1978.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Cabelo
Cachoeiro de Itapemirim, ES, Brasil, 1967.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Marcos Cardoso
Paraty RJ, Brasil, 1960.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Aluísio Carvão
Belém, PA, 1918 - Poços de Caldas MG, Brasil, 2001.

 

Marcos Chaves
Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1961.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Lygia Clark
Belo Horizonte, MG, 1920 - Rio de Janeiro RJ, Brasil, 1988.

 

Paulo Climachauska
São Paulo, SP, Brasil, 1962.
Vive e trabalha em São Paulo.

 

Raymundo Colares
Grão Mogol, 1944 - Montes Claros MG, Brasil, 1986.

 

Daniela Dacorso
Belo Horizonte, MG, Brasil, 1969.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

José Damasceno
Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1968.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Osmar Dillon
Belém PA, Brasil, 1930.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Iole de Freitas
Belo Horizonte MG, Brasil, 1945.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Rubens Gerchman
Rio de Janeiro, RJ, 1942 - São Paulo, SP, Brasil, 2008

 

Alair Gomes
Valença, 1921 - Rio de Janeiro RJ, Brasil, 1992.

 

Kátia Maciel
Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1963.      
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.



Lia Menna Barreto
Rio de Janeiro RJ, Brasil, 1959.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Hélio Oiticica
Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1937 – 1980.

 

Lygia Pape
Nova Friburgo, 1927 - Rio de Janeiro RJ, Brasil, 2004.

 

Glauco Rodrigues
Bagé, RS, 1929 - Rio de Janeiro RJ, Brasil, 2004.



Ione Saldanha
Alegrete, RS, 1919 - Rio de Janeiro RJ, Brasil, 2001.

 

Daniel Senise
Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1955.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Gustavo Speridião
Rio de Janeiro RJ, Brasil, 1978.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.



Evandro Teixeira

Irajuba, BA, Brasil, 1935.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.



Paula Trope

Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1962.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Adriana Varejão
Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1964.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.



Luiz Zerbini
São Paulo SP, Brasil, 1959.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 

Rochelle Costi
Caxias do Sul, RS, Brasil, 1961.
Vive e trabalha em São Paulo.

 

Paulo Nazareth
Governador Valadares MG, Brasil, 1977.
Vive e trabalha em Belo Horizonte.

 

Thomaz Farkas
Budapeste, Hungria, 1924 – São Paulo, 2011.

 

 

 

Abertura: 8 de outubro 2014. Exposição: Até 30 de novembro de 2014. De terça a sexta, das 9h às 19h (acesso até às 18h30); sSábado, domingo e feriado, das 14h às 21h (acesso até às 20h30).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ações Educativas

Mediação a partir dos conteúdos das exposições para público espontâneo e agendado. A equipe é formada por Arte Educadores - universitários multidisciplinares - que desenvolvem ações de mediação com Escolas, Projetos, Universidades, ONGs e demais instituições interessadas em visitar o Museu e conhecer mais sobre Arte Contemporânea.

 

O agendamento dos museus do CDMAC pode ser feito de segunda a sexta, das 13h às 18h.

 

Biblioteca de Artes Visuais Leonilson

Espaço especializado em artes visuais com cerca de dois mil livros nas áreas de Fotografia, Design, Museologia, História da Arte, Arquitetura e Urbanismo, Moda e Arte Contemporânea.

Serviço gratuito, de terça a sexta, das 9h às 18h.

 

 

 

 

 


 



 


 

 

 

CENTRO DRAGÃO DO MAR DE ARTE E CULTURA

Rua Dragão do Mar 81, Praia de Iracema - CEP: 60060-390 - Fortaleza/CE - CNPJ: 02.455.125/0001-31
Informações gerais: 55 (85) 3488 8600 / 55 (85) 3488 8608